Por que os cães têm bigodes?


Eles podem existir em bastante ou em menor quantidade e volume, dependendo da raça. Mas, em todos os cães, os bigodinhos são extremamente importantes para a vida deles. É tudo uma questão de sentidos, que são completamente aguçados nessa parte dos animais devido aos bigodes.

Além do faro, que já é o outro sentido mais utilizado pelos cães para perceber as mais diversas características de um ambiente ou de outro animal, os peludos têm ainda a ajuda dos bigodes, também chamados de vibrissas. Eles são os fios longos e grossos que saem dos focinhos, mandíbulas e acima dos olhos dos cães.

Os folículos que existem na base desses pelos são repletos de terminações nervosas sensoriais que enviam mensagens para o cérebro dos bichinhos. Altamente sensíveis a mudanças sutis em correntes de ar, os bigodes caninos servem como receptores para informações importantes sobre o tamanho, a forma e a velocidade de objetos próximos.

Isso ajuda muito aos cães — nos quais a visão não é a característica mais evoluída — a perceberem os objetos (ou pessoas e outros animais) de forma mais clara, mesmo no escuro. Além disso, ser capaz de sentir vibrações no ar também ajuda os cães a sentir perigos que se aproximam.

Fonte: Live Science

Nenhum comentário:

Postar um comentário