Por que algumas pessoas têm um odor corporal tão ruim?


É do senso comum que a transpiração é uma rota para o nosso odor corporal. Contudo, suor não é por si a causa do cheiro. O odor é o que ocorre quando a bactéria em nossa pele entra em contato com o suor. Certas partes de nossos corpos tendem a estar mais associadas a odores corporais do que outras, como axilas e a púbis, que contém glândulas sudoríferas apócrinas que secretam um suor que se dissolve e causa odores corporais.

O odor corporal em algumas pessoas é grandemente influenciado por aquilo que comem e por medicamentos e vitaminas que estão tomando. Por exemplo, pessoas que tomam quantidades excessivas do suplemento alimentar colina podem começar a exalar um odor corporal de peixe. Aqueles que comem em abundância alimentos como cebolas e alho podem secretar óleos pungentes através de sua pele.

Em alguns casos, o odor corporal pode ser um sinal de algum tipo de doença. Infecções anaeróbicas no corpo, na boca ou no trato intestinal, por exemplo, causarão que a pessoa emita cheiros sulfurosos de ovo podre. Insuficiência renal pode fazer com que a pessoa emita odores de urina. Diabéticos geralmente têm um hálito frutoso ou doce porque é como funciona seu metabolismo.

Às vezes, nossos odores corporais são resultado de codificação genética e adaptações de nossas linhas genéticas ocorridas através de gerações. Moléculas de complexo principal de histocompatibilidade (MHC), um conjunto de genes conectados que controlam a capacidade do corpo em reconhecer e expelir substâncias estranhas, possuem um papel importante na imunidade e podem ser uma força por detrás da seleção de parceiro. Cientistas acreditam que o nosso odor corporal pode ser determinado geneticamente ao decodificar o tipo de cera de ouvido que temos. De acordo com Live Science, um grande percentual de asiáticos orientais (japoneses, chineses e coreanos) tem cera seca, que corresponde a um menor odor corporal.

A higiene é um fator importante em se tratando de odor corporal. Para preveni-lo é importante manter bons hábitos higiênicos como banhar-se com sabonete, usar desodorante nas axilas e manter secas as áreas que tendem a ficar úmidas por suor. Também lembre-se de que sua dieta pode afetar seu cheiro. Talvez seja melhor consumir menos cebolas, alho, comidas gordurosas e óleos, ou visitar um nutricionista.

Adaptado de Cerubum

Nenhum comentário:

Postar um comentário