Conheça o Red Star 2.0, o sistema operacional oficial da Coreia do Norte

13:52 | da Redação

Você já ouviu falar que a Coreia do Norte é um país bastante peculiar. Por lá, são poucas as pessoas que têm acesso a informação e a cultura ocidental. A internet, por exemplo, é bastante restrita. Apenas alguns estudantes e membros do governo podem acessa-la.

O computador usado por esses cidadãos tem um sistema operacional bem diferente, desenvolvido pelo próprio país. Conhecido por Red Star, o sistema estatal pretende substituir o Windows por lá.

O mais engraçado é que, apesar de Kim Jong-un não curtir muito o capitalismo, o Red Star 2.0 tem um estilo bem parecido com o Windows, e o Red Star 3.0 é parecido com o OS X da Apple, desde o design até a usabilidade.

Nós conseguimos ter acesso a essas telas a seguir graças a estudantes e pesquisadores que ficam por um tempo determinado na Coreia do Norte e conseguem fazer cópias para analisarem o sistema.

Com uma rápida busca pela internet você consegue encontrar versões do Red Star que podem ser instaladas nos nossos computadores. Mas, como você provavelmente não vai querer gastar o seu tempo fazendo isso, vamos te mostrar as telas do sistema operacional da Coreia do Norte a seguir.


Para instalar o sistema você precisa entender pelo menos o mínimo de coreano. Diferente dos nossos sistemas operacionais, o Red Star não particiona o HD automaticamente.



Para que o Red Star seja instalado ele necessita de um processador Pentium III e 256 Mb de RAM.

Para que todo o processo seja concluído são gastos mais de 20 minutos.

O Red Star 2.0 tenta imitar o tempo inteiro o  Windows, desde as suas telas até os seus ícones.




E aí, o que achou do sistema?

Fonte: Mundo Pocket

0 comentários:

Postar um comentário