Por que vomitamos quando colocamos o dedo na garganta?


O vômito é um processo que faz parte da defesa natural do organismo, que tenta eliminar do seu corpo o que aparentemente está te fazendo mal. No entanto, há outra coisa que também pode provocar o vômito: enfiar o dedo na garganta.

Assim como acontece nos outros casos, o vômito induzido, quando tocamos a garganta, ocorre por causa da ativação da “zona de gatilho”. Normalmente ela é ativada por estimulantes na circulação, como é o caso de substâncias como estrógenos,cisplatina e morfina, ou também pelo toque.

Efeito dominó


Quando enfiamos o dedo na garganta o vômito é desencadeado por um reflexo, que acaba causando uma espécie de efeito dominó. Isso porque o toque nas paredes da faringe pode estimular o nervo glossofaríngeo, um dos nervos cranianos, que está associado com a nossa sensibilidade gustativa.

Quando esse nervo é estimulado dessa maneira, pode induzir a contração dos músculos faríngeos e laríngeos, que por sua vez estimulam a contração dos músculos da parede do abdômen. Com a contração abdominal, o estômago responde expulsando a comida pela boca.

Bônus: Fobia de vômito


Enquanto algumas pessoas conseguem induzir o vômito com facilidade, isso é a última coisa que quem tem emetofobia deseja. As pessoas que sofrem dessa condição possuem muito medo de vomitar.

Em geral, quem possui a fobia passou por algum evento traumático envolvendo o vômito durante a infância. Para evitar que o incidente ocorra com eles, os emetofóbicos não se aproximam de pessoas doentes e possuem hábitos alimentares rígidos, que evitem qualquer possibilidade de vomitar.

A fobia é bastante comum, apenas nos Estados Unidos atinge cerca de 6% da população. O medo e a precaução é tanto, que quem sofre de emetofobia vomita pouquíssimas vezes durante a vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário