67 países que os Estados Unidos são obrigados a proteger em uma guerra

11:14 | da Redação

Os Estados Unidos fez uma série de tratados ao longo dos anos, especialmente após a complicada tensão política que aconteceu durante e após a Segunda Guerra Mundial. Existem dezenas de países que os Estados Unidos concordaram em defender em caso de guerra.

Graças à Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), ANZUS, da Organização dos Estados Americanos (OEA) e outros acordos bilaterais, os EUA prometeu proteção para 67 países.

Confira a seguir quais são os países que os EUA precisam defender em caso de guerra (tabela em inglês):


Graças a uma rede complicada de tratados e de outras ofertas postas em prática desde o fim da II Guerra Mundial, os Estados Unidos é (teoricamente) a defender 67 nações – compreendendo cerca de um quarto da população do mundo – em caso de guerra. Estes dados vem do cientista político Michael Beckley.

Alguns dos países da lista são óbvios (Israel e França, por exemplo), enquanto outros, como Cuba, podem ser uma surpresa. Claro, a obrigação legal não se traduz necessariamente em ação militar, especialmente se o aliado não é atacado dentro de suas próprias fronteiras.


Nos primeiros 165 anos da história americana, os EUA tinham apenas um acordo de defesa mútua. Beckley conclui que hoje as guerras envolvendo os EUA são menores devido a estes tratados.

Alianças militares estão relacionadas com a segurança coletiva das nações, mas cada uma é diferente em sua natureza. Na década de 1950 por exemplo, um memorando do Departamento de Segurança dos Estado dos Estados Unidos explicou a diferença dos acordos militares dizendo que, historicamente, alianças “foram concebidas para promover os respectivos interesses nacionalistas das partes”.

Brasil


O tratado assinado com os EUA faz parte do O Tratado Interamericano de Assistência Recíproca. Se qualquer país atacar algum dos membros do tratado, a ameaça é considerada um ataque contra todos os países aliados.

Fonte: Mental Floss

0 comentários:

Postar um comentário