Conheça auroville, uma cidade onde não existem políticos

09:32 | da Redação

Auroville está localizada na Índia. A antiga vila, fundada em 1968 pelo casal Sri Aurobindo e Mirra Alfassa, ele indiano e ela francesa, foi reconhecida como cidade pelo governo indiano.

A população residente na cidade gira em torno de duas mil pessoas, porém a cidade tem capacidade para receber até 50 mil moradores. A maioria dos habitantes de Auroville é indiana, mas há gente da França, da Alemanha, de Israel, dos Estados Unidos, da Rússia e até do Brasil.


Lá não existem prefeitos, governadores nem nenhum outro tipo de autoridade política ou religiosa. Sempre que ocorre um problema, uma assembleia é convocada para que os próprios moradores definam quem será o conselho responsável para solucioná-lo.

Para morar em Auroville é necessário adquirir uma residência, que custa em média 3 mil dólares e passar por estágio probatório de um ano no local. Também é feito um teste de habilidades para saber em que trabalho alocar o candidato. O trabalho é colaborativo na cidade.  Caso o novo morador não seja aprovado, o dinheiro do imóvel é devolvido integralmente.


Outras curiosidades dessa cidade é que ela é completamente autossustentável, a cidade tem campos cultiváveis, pequenas fábricas, restaurantes, padarias, hospitais, escolas e cinemas, além de um pequeno jornal local, tudo alimentado por energia solar. E não há escassez de profissionais! Lá, moram arquitetos, cientistas, médicos e artistas de todos os tipos, de escritores e poetas a escultores e pintores.

Todos os moradores recebem um salário mensal de R$405,00, valor suficiente para os gastos médios e para guardar um pouquinho para qualquer emergência. Mesmo que alguém acumule muito dinheiro, tocando um negócio, não há muito o que comprar, evitando assim a criação de uma sociedade de classes. Carros também não existem em Auroville. Os cidadãos se locomovem com suas bicicletas.


Fonte: Galileu

0 comentários:

Postar um comentário