4 segredos já desvendados sobre a Mona Lisa


Pois bem, a tela mais famosa do mundo, realmente possui características a altura de sua fama. Tantas são as teorias, conspirações e dúvidas a respeito de seu processo de produção e bagagem histórica que é praticamente impossível saber em quais informações acreditar.

1. Monalisa estaria grávida no momento em que foi pintada


Apesar do artista nunca ter deixado evidente ou registrado quem era a moça que teve sua imagem retratada na tela, estudiosos da arte concordam que a teoria mais aceita é que a mulher em questão seja, Lisa Del Giocondo, a esposa de um cavalheiro florentino, e ainda segundo os historiadores a moça estava grávida de seu segundo filho quando foi retratada, isso porque além das datas baterem (nascimento da criança e produção da tela), a própria obra possui alguns sinais que evidenciam tal situação, como os braços cruzados sobre a barriga e até mesmo um certo volume abdominal.

2. Diferentemente do que dizem algumas teorias, ela não era uma prostituta


Você provavelmente já escutou esse tipo de teoria por aí, seja dizendo que a moça era na realidade uma meretriz da época, a mãe de Leonardo, uma mistura de vários modelos femininos ou até mesmo o próprio Da Vinci em uma versão feminina. Mas porque a teoria da meretriz de fato surgiu? Bem na época as únicas mulheres da Europa que não possuíam muito pelos em seus rostos eram as prostitutas, mas apesar da modelo apresentar tais características e como já citamos anteriormente a realidade é que Monalisa não só era uma mulher casada como também estava grávida.

3. Monalisa possuía sobrancelhas e cílios


Assim como a falta desses pelinhos já foi utilizada para argumentar e teorizar que Monalisa era uma garota de programa, um engenheiro francês realizou um experimento bastante interessante, fotografando a tela com modernos aparelhos tecnológicos e analisando cada detalhe em questão, foi dessa maneira que ele pode descobrir que a princípio Monalisa possuía sobrancelhas e cílios, pois ainda havia vestígios deles sobre uma camada sobreposta de tinta, mas por algum motivo, talvez estético visto que os rostos lisos eram considerados mais atraentes, o artista decidiu encobri-los.

4. Ela possuía o Colesterol Alto


De acordo com o Dr.Vito Franco, da Universidade de Palermo, uma série de sinais na tela revelam que a modelo possuía o colesterol mais elevado, estes sinais incluíam a pigmentação da pele da modelo, que é compatível com a pigmentação de quem possui ácidos graxos acumulados em sua pele.

Fonte: WhatCulture

Nenhum comentário:

Postar um comentário