Aviões possuem chave para dar a partida?


Imagine a cena: você está abordo de um Boeing 777 e o piloto entra e caminha até o cockpit ostentando chaves em sua mão. Senta-se elegantemente em sua posição de comandante, encaixa a chave na ignição, gira a mesma e…Voila! O avião começa a funcionar.

Jessey de Graaf, jornalista do KLM Blog, foi até o aeroporto de Schiphol, na Holanda, conferir pessoalmente a bordo de um 777. Acompanhada do técnico Johnny, que trabalha no setor de Engenharia e Manutenção, ela sentou no cockpit da aeronave e iniciou sua busca pelo slot da chave em algum lugar no painel. Johnny riu, “Não precisa continuar procurando. A aeronave não utiliza chaves, seja para travar suas portas ou para iniciar seus motores.”

Então, como se dá a partida?

No caso dos grandes aviões, costuma ser assim: uma pequena turbina a gás localizada na cauda, chamada APU (Auxiliary Power Unit, ou Unidade Auxiliar de Potência), fornece ar e energia elétrica à aeronave. No momento em que o piloto aciona o botão de “start” dos motores no cockpit, o ar condicionado é desligado para que o fluxo de ar gerado pela APU seja redirecionado à partida dos motores.


Os motores de avião são ligados a ar?

Sim! O fluxo de ar “assopra” o motor para ele entrar em ação! Após o ar fazer o motor atingir uma certa rotação, o piloto aciona outro botão que faz com que o combustível comece a fluir para o motor e uma centelha é gerada na câmara de combustão. A partir do momento em que o combustível se incendeia, a combustão passa a ser contínua e o próprio motor passa então a gerar seu próprio fluxo de ar para continuar funcionando.

Nas aeronaves modernas, todo o processo de partida do motor é controlado automaticamente pela aeronave. O piloto só precisa mesmo acionar os botões de start e de combustível citados acima. Porém o processo é independente para cada motor. É necessário repetí-lo para cada motor a ser ligado.

Mas...

Os procedimentos descritos acima são mais comuns na aviação comercial. Porém, na aviação de menor porte, é comum existirem modelos que utilizam chave para a partida. Os pequenos aviões movidos à hélice, por exemplo, possuem sistema muito parecido com o de um automóvel. Existe um starter (motor de partida elétrico) conectado ao eixo do motor. Quando a chave é girada pelo piloto no painel, a eletricidade da bateria, ou de uma fonte externa conectada ao avião, chega até o starter, que inicia a rotação do motor até que o processo de combustão dos cilindros passe a manter o funcionamento do conjunto.

Fonte: KLM Blog

Nenhum comentário:

Postar um comentário